Método científico à serviço da Educação Financeira para crianças e jovens

Publicado em | Releases

A educadora financeira Ana Pregardier criou um método exclusivo no Brasil para ensinar pais a educarem financeiramente seus filhos, de até 12 anos, de forma didática e com resultado efetivo: Programa Finanças é Coisa de Criança, baseado em método científico testado e comprovado no Brasil e no exterior.

De acordo com ela, o método Lúdico-Vivencial de Formação de Hábitos (LVFH) permeia todas as interações, materiais e o próprio curso “que ensina e traz ferramentas, propiciando que pais possam ensinar aos seus filhos sobre Educação Financeira de forma leve, divertida e com resultado”.

A programação contará com uma série de lives gratuitas para que os pais possam conhecer, degustar e experimentar junto com seus filhos as dicas dadas pela educadora Ana Pregardier. Ela desenvolveu o método por intermédio da experiência com mais de 100 mil pessoas e o submeteu à verificação junto a entidades acadêmicas no Brasil e na Rússia.

Brincadeiras divertidas, leves e que, muitas vezes, nem falam sobre números são utilizadas para divertir pais e filhos enquanto criam traçados mnésicos que proporcionam novos caminhos de resposta para situações financeiras. “Para quem olha de fora, é uma brincadeira, mas depois que a brincadeira acaba, os pais percebem que seus filhos começam a falar e agir com novos comportamentos, os quais, evidentemente, são de educação financeira”, explicou Ana Pregardier.

O programa é composto por um curso com seis módulos para pais com filhos até os 12 anos, propiciando acesso à dicas e conteúdos exclusivos com o seu acompanhamento direto.

Estas e outras novidades estarão disponíveis em uma maratona de lives esclarecedoras sobre o assunto que estão sendo transmitidas, durante os meses de janeiro e fevereiro, ao vivo.

Para não perder a oportunidade de acompanhar este conteúdo, acompanhem no  Instagram @financas_e_coisa_de_crianca, youtube e pela página www.facebook.com/Financasecoisadecrianca  os dias e temas exclusivos, pois eles não ficarão disponíveis após a transmissão ao vivo.